domingo, 24 de agosto de 2008

No pub

Primeira informação importante: por aqui as pessoas bebem bastante. Muito mesmo. Não importa o dia ou a hora. Eu sei, não é mto diferente do Brasil e da cerveja nossa de cada dia. A questão é que, lá ou aqui, eu não bebo muito. Não curto cerveja e acho que tem hora, lugar e companhia pra beber um vinho, uma vodka ou uma tequila. Sem falar que inglês não é minha primeira língua, tenho que fazer um certo esforço e dar backup para o Rô. Imagina se eu encho a cara? Não vai sair nem português nem inglês, vou acabar largada na sarjeta perdida numa cidade estranha ou pior, deportada num avião de volta pro brasil por xingar o policial de bobão em português e ele se ofendeu. Resumindo, como boa escorpiana, detesto perder o controle.

Segunda informação importante: o pub aqui é uma extensão da casa das pessoas. É onde eles jantam, almoçam, fazem negócios e mais importante de tudo isso, bebem. O dono do nosso pub de escolha, o mais perto daqui (num lugar perdido no meio do nada), Shane e sua mulher Sandy, conhecem todo mundo, criam animais nos fundos e trocam leite por ceveja (pelo menos com o meu patrão, que como vc pode imaginar, bebe daquele jeito).

Dito isso, fomos no pub sábado, depois de um dia mto gostoso na fazenda. Bebi uma Smirnoff Ice genérica. Foi a primeira vez que meus patrões me viram bebendo, foi um evento. Quando terminei a garrafinha, devolvi, agradeci e Shane me perguntou se eu queria mais uma. Polidamente respondi não obrigada, pronta pra iniciar a jornada da coca-cola.

Sabe o que ele me disse em resposta???
"Is there something wrong with you?" "Vc tem algum problema?" e complementou com " Precisamos ensinar vc melhor."

Ai ai....assim me sinto um peixe andando na rua de quimono usando monóculos...

Um comentário:

Tati disse...

É sempre uma diversão sair por aqui...

Falar nisso, festa de Cowboy esse final de semana no Pub!