segunda-feira, 23 de novembro de 2009

Double feature

Milagre dos céus, consegui folgar os dois dias junto com o Rô essa semana. Ainda bem, pq faltavam muitos presentes pra comprar e tinha que ser agora.

Então acordamos cedo e fomos pra Chch, fazer programa de paulistano: passar o dia no shopping.
Chegamos lá e de comum acordo e democraticamente, decidimos assistir 2 filmes no cinema. Um que eu queria mto assistir e outro que ele queria mto assistir.

Ingressos na mão, fomos às compras. Foi excelente, compramos quase tudo, decidimos tudo e entramos na primeira sessão às 14h, eu estava quase pulando de alegria para assistir New Moon. Ele, nem tanto.

Não vou me enganar e dizer que o filme é maravilhoso, pq não é. A mocinha é meio vesga e péssima atriz, a maquiagem é esquisita mesmo e a Rosalie está horrorosa. Mas, por Tutatis, os homens...cada um mais (*bate na boca com a mão esquerda e lembra que é casada*)..... talentoso (?) que o outro. Ai ai ai...

E o segundo filme, 2012. É sobre o fim do mundo previsto pelos Maias e anunciado por um físico na India e tinha tudo pra ser um daqueles exageros hollywoodianos. Ainda é, um pouco. Mas pior que exagerado, é mto realista. Não conceitualmente realista ou real, mas visualmente realista. Tive que fechar os olhos na cena que o Cristo se quebra no meio, pq quase arrebentou meu coração no meio tb, de tão real que era a cena. E foi tenso tb, com mtos momentos de segurar o fôlego sem a gente perceber e só soltar qdo o mocinho resolve tudo.
No final, aprendemos 2 coisas: qdo o fim do mundo chegar, procure o John Cusack. E vá para a China.

E a terceira, preste atenção nos folhetos do estacionamento, pq tomamos uma multa! Num estacionamenteo gratuito!!! Bugger.

Um comentário:

kiko disse...

Filha
Uma multa! Como assim?
Desconfiava que os neozeolandeses eram filhos da puta e agora confirmei minha tese. Como é possível multar um carro em um estacionamento gratuito? Só se for por estouro de horário. A outra hipótese é a CET ter instalado uma filial aí, exportando os nossos FDP
Beijo e amo você.
Kiko Mazziotti