domingo, 7 de dezembro de 2008

And so this is Christmas...

Ainda não está perfeitamente definido o natal por aqui. O que eu sei até agora é que o peru custa o olho da cara, que tem mais chocolates que corredores nos supermercados e que algumas pessoas vendem árvores de natal na rua, visto que há uma abundância de pinheiros.

Sei que vamos fazer amigo secreto na fazenda e que comprei presentes para todos no Brasil, minha família e do Rô, mas provavelmente só os enviarei tarde demais, pq correio custa caro e já vai chegar atrasado mesmo. Idem para os cartões de natal.

Sei que na rádio que eu ouço(94.5 The Breeze - chch easy listening breeeze) toca músicas natalinas durante a programação e eu dou pulinhos de alegria pq adoro músicas natalinas, principalmente aquelas gravações lindas com Bing Crosby, Frank Sinatra, John Lennon etc e todos.

E sei que hoje o coração de todos aqui em casa doeu um pouquinho de saudade, porque montamos uma árvore maravilhosa, novinha, com enfeites vermelhos e dourados, luzinhas, ponteira de estrela e tudo que tínhamos direito. Vou colocar fotos assim que carregar a bateria da máquina.

Todos ficamos rindo juntos e pensando nas suas árvores de casa, montadas com tanto carinho, com presentes embaixo que surgem durante a noite, presépios, gatos escalando, pais, mães, irmãos, tios e tias.

Snif.

Não sei o que vai ser de mim sem missa de natal com a Mô, Santa Luzia abarrotado, roupa nova, farofa úmida, macarrão com nozes, peru molhadinho glu-glu-glu, pimentão recheado incendiando a casa, cassarola italiana, strufoli pingando de mel com canela. Snif.

3 comentários:

kiko disse...

Filha
Eu e o Natal nunca nos demos muito bem. Só de pensar, uma tristeza vai me invadindo devagarinho e, quando vejo, já estou triste.
Pra compensar, gosto do reveillon.
Não da festa em si, mas do momento que sugere um recomeço, um marco para novos projetos, um repensar na vida, que acaba seguindo igual.
Sem você por aqui, posso afirmar que o Natal não será o mesmo. Será bem mais triste. Com você por aí, minha tisteza contaminou também a dona Flô.
Kiko Mazziotti

TE VI NO RODEIO disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Marina Mazziotti disse...

Lembro-me das festas de natal la na vila, na minha casa, arvore, presente, janta q a vovó fazia, ai q saudades!! nao sei o q vamos fazer esse natal, embora eu nunca tenha gostado muito, acho q vai ser muito dificil passar aqui na chacara, minha mae, o Pedro e eu. Queria poder voltar no tempo....
Bjos, to com muitas saudades!