quarta-feira, 22 de outubro de 2008

Aventuras inimagináveis no mundo de Maria Fernanda - parte 10

Lembram quando eu contei que dirigi um trator?? Então. Isso tem se tornado um hábito. Eu, agora, dirijo tratores. E a caminhonete da fazenda, manual e 4x4. O nosso carro nem tanto assim, apesar dele ser automático. A pista ainda me assusta bastante. Mas vou superar logo logo, pq tenho que começar a trabalhar na cidade asap.
Apesar disso, fiz um up-grade nas minhas quase-nulas habilidades dirigilísticas. Aprendi a andar de moto. Meio na raça, diga-se de passagem. "Essa é a moto. Aqui ela liga. Aqui ela acelera e freia. Essa é a embreagem e o câmbio. Esse é o pasto."
Ave Maria, cheia de graça, o senhor é convosco...

Ok, podem parar de rir agora. Essa vai ser uma habilidade totalmente restrita à fazenda.

Hoje fui buscar as vacas no pasto e nem caí nenhuma vez (nem ontem, quando estava aprendendo)!! Morri umas 826, mas tudo bem.

Ah, querem saber o que mais?? A gasolina baixou de novo. Juro!! NZ$ 1,76
Tá bom pra você?

E eu comecei a comprar enfeites de natal.

Um comentário:

kiko disse...

Filha
Se você pensar que uma moto é um cavalo sem gênio ruim, vai ficar mais fácil. Além disso, ela só se alimenta de dieta líquida, não empina quando você não quer, não precisa dormir nem descansar, não relincha nem baba. NUm tá bom?
Beijo e amo você.
Kiko Mazziotti