terça-feira, 13 de julho de 2010

Winter wonderland

O inverno chegou e se fez especialmente confortável aqui na NZ.
O vidro do carro congela a partir das 18h, o gelo nas estradas torna dirigir ainda mais perigoso, o laguinho do campo de golfe congelou e vai permanecer congelado por algumas semanas, até o sol resolver aumentar o raio do seu curso diário e sair de trás das árvores.
A gente congela só de pensar em sair de casa, as vacas comem grama congelada, o nariz congela também e aparentemente eu sou uma aberração da natureza pq não curto esquiar. Já nevou algumas vezes, mas ultimamente os dias são lindos, ensolarados e curtíssimos.
Os bezerros vão começar a nascer logo, as ovelhinhas também e se tudo der certo, as moscas não.
Os meninos saíram pra caçar com o Richard, que é kiwi até os ossos, e mataram um veado cuja costela se encontra no meu freezer e galhada na casa do Teta.

É nessa época do ano que as fazendas têm suas reviravoltas de funcionários e aqui foi o seguinte: o indiano Só-Um/Juswant foi se embora pra Pasárgada e voltou a Lisa. Ela morava aqui em casa quando chegamos e depois foi fazer um curso de esteticista. Voltou agora pra tomar conta dos bezerros. Junto com ela, todo o equipamento de beleza comprado. Agora tenho uma esteticista in-house! Yey me!

As escolas estão de férias e o hotel está cheio. A lareira fica ligada o dia inteiro e o combustível da nação é chocolate quente.

Gorros, cachecóis, jaquetas, meias, cobertor elétrico, aquecedor no banheiro, conforto, preguiça, roupa no varal que não seca, comida comida comida. Chocolate hummmmmm

Nesse país onde as estações do ano e suas obrigações dentro dela são bem definidas, o inverno é a época de beber mulled wine e reclamar do frio.

Um comentário:

kiko disse...

Filha
Este é meu segundo comentário, pois o primeiro não saiu.
Seu blog está demais! Se o texto já era ótimo, agora a direção de arte ficou à altura. Minha pequena restrição é em relação à cor verde, que não me atrai. Prefiro branco & preto. Beijo e amo você.
Kiko Mazziotti